Pesquisar neste blog

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

MAIS 111 MUDAS FRUTÍFERAS PARA FAZENDA ESTADO

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) executou nesta quinta-feira (3) a segunda parte do plantio de árvores nativas e frutíferas na Fazenda do Estado. O projeto, que prevê a criação de um pomar na área, teve início em janeiro de 2011 com o plantio de 70 mudas. Desta vez foram plantadas 111 mudas. O local abrigará as futuras instalações da pasta. 


A previsão é que o pomar tenha aproximadamente 300 mudas e seja o maior conjunto de árvores localizado no perímetro urbano de Araçatuba. Segundo o biólogo e chefe de gabinete da SMMAS, José Luis de Carvalho Sales, a intenção é desenvolver um projeto de educação ambiental no local. “As futuras gerações poderão ter o contato com o pomar e ver de onde vêm as frutas que compram no mercado”, explica Sales. 



Junto à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) a Agência Paulista de Tecnologia e Agronegócios (Apta) está colaborando com o pomar. As primeiras mudas produzirão frutos como o genipapo e cajamanga. As espécies plantadas nesta quinta-feira foram: Araça (14), Uvaia (14), Romã (15), Cabeludinha (15), Grumixama (15), Graviola (9), Jambo (14) e Pitaia (15). A previsão é que o plantio seja concluído até o final do mês. A área que abrigará o pomar tem aproximadamente mil metros quadrados. 



Outros serviços acontecem simultaneamente na Fazenda Estado desde o mês de dezembro. A recuperação da casa sede da fazenda, que tem aproximadamente 115 anos, é uma das prioridades na recuperação. Ela abrigará a nova sede da Secretaria. O telhado do imóvel foi limpo e outras reformas estão sendo providenciadas. A área estava abandonada há 10 anos.



 

------------------------------------------------------------------------ 
Secretaria de Comunicação Social – SMCS 
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA 
(18) 3607-6611 
www.aracatuba.sp.gov.br 
------------------------------------------------------------------------ 


Postado por Marcelo R. F. de  Oliveira



Nenhum comentário:

Postar um comentário