Pesquisar neste blog

Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 30 de novembro de 2010

ESCOLA FAZ PLANTIO DE MAGNÓLIAS



Depois de aprender noções sobre educação ambiental com equipe da Caravana do Meio Ambiente, projeto desenvolvido pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Educação e Saúde, alunos da Escola Municipal Henny Ferraz Homem plantaram hoje (30) 49 mudas de árvores. O plantio aconteceu nas áreas de lazer da unidade escolar, em torno das salas de aula.



Antes de colocar a mão na terra e iniciar o processo de arborização da escola, as crianças assistiram apresentação da equipe da caravana, que ensinou elementos fundamentais de sustentabilidade. O teatro “Lixo no lixo” levou os pequenos a refletirem sobre o descarte de produtos recicláveis e a não contaminação do solo e água. Também foram ressaltadas dicas de economia de água através de brincadeiras.O Núcleo de Educação e Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) apresentou teatro sobre dengue com Zé Limpinho e o mosquito Aeds Aegypti. A fanfarra do núcleo também esteve presente divertindo e ensinando as crianças a eliminarem os possíveis criadouros do transmissor.



Concluídas as apresentações, os alunos foram até área ao lado das salas de aula e plantaram as mudas de magnólia grandiflora que irão enriquecer o ambiente escolar. “Essas árvores vão mudar todo o micro-clima do local, aumentando a umidade, sombra e ave fauna”, explica o biólogo e chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) José Luís de Carvalho Salles. Segundo ele, as árvores vão ajudar ainda mais no aprendizado das crianças. “Elas vão ver, na prática, o que aprendem em sala de aula sobre ecologia”.

Para realização do plantio, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (SMOSP) limpou e roçou a área onde foram plantadas as mudas. Em 2009, alunos da escola plantaram 70 mudas em uma área verde do Jardim Ipanema, na Rua Silvio José Venturolli, próximo à escola.


------------------------------------------------------------------------
Secretaria de Comunicação Social – SMCS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6611
www.aracatuba.sp.gov.br
------------------------------------------------------------------------

MEIO AMBIENTE REPOE ÁRVORES NA AV BRASÍLIA



Dez mudas de árvores para sombra foram plantadas nas calçadas da avenida Brasília, no bairro Vila São Paulo, nesta segunda-feira (29) pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) com o intuito de reforçar o paisagismo e arborização urbana. A ação faz parte da programação de aniversário de 102 anos de Araçatuba.



As mudas foram plantadas nas calçadas que margeiam a avenida Brasília, próximo ao cruzamento com a avenida Joaquim Pompeu de Toledo. Segundo o secretário da SMMAS, Jorge Hector Rozas, do lado contrário à fiação elétrica serão plantadas oito mudas da espécie pau-ferro e do outro (ao lado da Receita Federal) duas árvores conhecidas como chorão.

O secretário explica ainda que a tentativa de arborizar a passagem é realizada pela terceira vez pelo Governo Municipal. “Nós plantamos três vezes aqui e nas três as mudas foram arrancadas, agora pedimos a colaboração de todos para que estas espécies cresçam, dêem sombra e uma paisagem melhor”, apela Rozas, enfatizando que a intenção é buscar parcerias com a iniciativa privada para cuidar das mudas. “Nós colocamos protetores e os comerciantes poderão adotar uma muda e cuidar dela até a idade adulta”, completa.




A fiscalização das mudas contará com a colaboração da Polícia Militar, Polícia Ambiental e Guarda Civil Municipal. Os protetores instalados serão retirados conforme o crescimento das árvores e poderão servir de base para outras mudas em outros locais. “A intenção é estender essa idéia para outras avenidas da cidade”, enfatiza o secretário, lembrando que se trata de uma ação pequena, porém com resultados ambientais e estéticos significativos.

O plantio aconteceu na semana em que Araçatuba completa 102 anos propositalmente para homenagear a cidade com um presente ambiental e de paisagismo urbano.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria de Comunicação Social – SMCS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6611
www.aracatuba.sp.gov.br
------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

SECRETÁRIO EXPÕE REALIDADE DE RESÍDUOS SÓLIDO



O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade Jorge Héctor Rozas foi o primeiro palestrante do seminário Em Dia com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal 12.305), realizado nesta quarta-feira (24), no Mariá Hotel. “Devido ao atraso histórico do ser humano em relação às questões ambientais, temos que concentrar nossos esforços para entrarmos na rota do desenvolvimento sustentável. É preciso aliar as competências tecnológicas objetivando novos tempos para a realidade de saneamento ambiental”, sentenciou o ambientalista ao discorrer sobre a atual situação do Município em relação aos resíduos sólidos.


Ele destaca que o meio ambiente está diretamente relacionado à qualidade de vida das pessoas e cabe ao poder público assegurar esse direito constitucional. “Por isto empreendemos ações importantes com o objetivo de dimensionar uma estrutura que permita vislumbrar novos tempos ambientais”. Rozas pontuou inicialmente o aterro sanitário, a coleta seletiva, a Acrepom (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis de Araçatuba) e rede de pontos de entrega voluntária (PEV), com quatro já instalados nas escolas municipais da cidade. A meta é incluir as 65 escolas, ambientes considerados fundamentais para conscientização e mudança de comportamentos.
Rozas aponta a necessidade de “a pessoa ter atitudes agora para que o futuro seja melhor, para todos. A máxima do pensar global e agir local deve nortear nossas condutas, especialmente relacionadas às questões da sustentabilidade”. Coleta de óleo de cozinha a partir de protocolo com a ONG Amor Exigente, ecopontos (resíduos inertes), regulamentação da atividade de carroceiro e coleta de resíduos perigosos são outras ações imprescindíveis e que refletem o atual panorama na cidade.

O secretário destaca que “alguns diálogos precisam ocorrer. Se a empresa vende um produto e tem lucro, ela também deve prever futuros descartes, para que a comunidade e a natureza não sejam prejudicadas. O marco do diálogo é fundamental para solucionar problemas da cidade e não necessariamente e apenas do poder público. A indústria da construção civil, por exemplo, está a todo vapor com o Programa Minha Casa, Minha Vida. Temos que encontrar soluções”.

O saneamento básico foi um dos enfoques finais. “A cidade ainda sofre com os sérios problemas provocados pelo sistema de drenagem. Araçatuba é plana e tem dificuldades para escoar grandes volumes de água das chuvas. Não é fácil para a natureza equacionar. As pontes rurais destruídas e estradas vicinais comprometidas no início do ano geraram enormes prejuízos para o Município. Desta forma, outros serviços também ficaram comprometidos”.

Para finalizar, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade Jorge Héctor Rozas elencou os desafios estruturais diante da atual realidade dos resíduos sólidos: novas definições, principais ações, política pública de parcerias e planejamento estratégico. Ele condicionou o futuro com qualidade de vida a “mudanças. Nos pontos de vista e atitudes, com reflexos para cada ser humano. E para todos”.

O seminário Em Dia com a Política Nacional de Resíduos Sólidos foi organizado pela Associação Brasileira de Engenharia Ambiental (ABES) em parceria com o Governo Municipal (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade), Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê, Associação dos Engenheiros da Alta Noroeste (AEAN) e Sindicato dos Engenheiros de Araçatuba. A empresa Monte Azul Engenharia Ambiental Ltda. apoiou o evento.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Comunicação Social (SMCS)
Prefeitura Municipal de Araçatuba • PMA
(18) 3607.6611
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

SEMINÁRIO PODE GERAR SOLUÇÕES AMBIENTAIS



Um dia após a assinatura de contrato entre a Transpetro e a empresa que construirá o estaleiro em Araçatuba (24), o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho Carlos Farias saudou oficialmente, em nome do prefeito Cido Sério, participantes do seminário Em Dia com a Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei Federal 12.305). “Num momento em que tem início o projeto de estruturação da logística para escoamento do etanol, é preciso dimensionar a questão ambiental. Por isto, a contribuição de especialistas é fundamental para pensarmos em soluções para a cidade e região”.


Farias falou na cerimônia de abertura do evento realizado no Mariá Hotel pela Associação Brasileira de Engenharia Ambiental (ABES) em parceria com o Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade. O secretário Jorge Héctor Rozas (Meio Ambiente) foi um dos palestrantes com abordagem sobre a atual situação do Município em relação aos resíduos sólidos. Os secretários Éderson da Silva (Planejamento Urbano e Habitação), Tadami Kawata (Obras e Serviços Públicos) e o vereador Cido Saraiva também participaram.

“O saturamento das estradas, especialmente no Estado de São Paulo e os resíduos gerados por caminhões são temas que precisam ser debatidos pelo poder público e parceiros da iniciativa privada. O prefeito Cido Sério está focado nessas questões e entende que os investimentos precisam ser feitos de forma ordenada, para garantir sustentabilidade ambiental e qualidade de vida à população. Por isto, está convicto de que esse debate é essencial”, arrematou o secretário Carlos Farias.

O seminário Em Dia com a Política Nacional de Resíduos Sólidos foi aberto pelo empresário Fernando Dib Daud, da Monte Azul Engenharia Ambiental Ltda., que apoiou o evento. O Comitê da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê, Associação dos Engenheiros da Alta Noroeste (AEAN) e Sindicato dos Engenheiros de Araçatuba foram parceiros na realização. Várias empresas do setor (equipamentos de limpeza pública, para saneamento, reciclagem, trituração, veículos especializados) expuseram produtos e serviços.


Para ficar em dia com assuntos referentes à Lei Federal nº 12.305, que instituiu em 2 de agosto de 2010 a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e que representa um marco no setor, o seminário teve as presenças da gerente de Projetos de Resíduos Sólidos da Secretaria de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Nadja Limeira Araújo, com o tema Políticas Públicas, Ações e Programas na Área de Resíduos a cargo do Ministério das Cidades e do especialista em gestão ambiental José Valverde. Ele é secretário parlamentar do deputado federal Arnaldo Jardim, relator da lei.

A vereadora Edna Flor relatou experiências da Acrepom (Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis de Araçatuba), que ajudou a fundar em 1996, com a palestra Papel da Cooperativa na Cadeia Produtiva. O Ecotudo, recente experiência de seleção e destinação de materiais inservíveis foi apresentado pelo secretário de Meio Ambiente de Votuporanga Gustavo Gallo, enquanto a superintendente da Caixa Econômica Federal de Presidente Prudente Célia Marisa Molinari detalhou linhas de financiamento. O seminário foi encerrado com abordagem sobre Índice de Qualidade de Aterros de Resíduos como Instrumento de Gestão, com o engenheiro José Maria Morandini Paoliello, que é gerente da Agência Ambiental CETESB de Araçatuba.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria Municipal de Comunicação Social (SMCS)
Prefeitura Municipal de Araçatuba • PMA
(18) 3607.6611
www.aracatuba.sp.gov.br
-----------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

PEBA É CENÁRIO DE INSPIRAÇÃO PARA ESTUDANTES




Alunos da Escola Estadual José Augusto Lopes Borges visitaram o Parque Ecológico Baguaçu (Peba) para conhecer a mata ciliar que protege os córregos Baguaçu e Machadinho.

Em passeio pelas trilhas ecológicas, na quarta-feira (10), alunos da 5ª série do Ensino Especial observaram como o meio ambiente reage para proteger seus mananciais e garantir a sobrevivência da fauna e flora.

O objetivo da visita foi dar uma visão mais ampla da mata ciliar para os estudantes, que irão reproduzi-la em maquete para Feira do Meio Ambiente que acontecerá ainda em novembro na escola. Portanto, cada detalhe foi observado pelos alunos.




A recomposição da floresta nativa e sua importância na prevenção de erosões foram pontos principais ressaltados pelos instrutores. Os ensinamentos contribuirão não só para o trabalho dos estudantes como para sua formação e cidadania.

O Parque desenvolve ainda projetos de enriquecimento com orquídeas nativas. Elas são colocadas nas árvores para se recompor e se transformam em paisagens que encantam os olhos dos visitantes.

Um mostruário com plantas medicinais também é atração no Parque Ecológico Baguaçu. São várias espécies utilizadas para cura de inúmeras enfermidades. Atualmente, as plantas servem apenas para exposição, mas já curaram muito araçatubenses.

Aos cidadãos e educadores interessados em visitar esta riqueza natural, os portões do Peba ficam abertos de terça à sexta-feira, das 9h às 17h. Os grupos devem agendar visita pelo telefone (18) 3625-2448. O acesso é gratuito.

CARAVANA VAI À ESCOLA DO CLÓVIS PICOLOTO


A Caravana do Meio Ambiente, projeto desenvolvido por estudantes de biologia estagiários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) em parceria com as Secretarias de Educação e Saúde, aplicou as atividades de educação ambiental para alunos da escola Professor Antônio Rodrigues Martins Neto, no bairro Clóvis Picoloto nesta quinta-feira (11).



As atividades aconteceram no período da manhã com a presença dos integrantes da Caravana e equipe do Núcleo de Educação e Saúde. Os personagens Zé Limpinho e o mosquito Aeds aegypti participaram mostrando a importância de combater constantemente a dengue.

Já foram mais de quinze escolas visitadas, levando teatro, danças e brincadeiras educativas para centenas de alunos do ensino infantil e fundamental. Para o secretário de Meio Ambiente Jorge Hector Rozas, o projeto vai além da diversão. É primordial desenvolver nas crianças o ‘espírito de pertencimento’. “A partir do momento em que entende que a natureza pertence a ela e lhe faz bem, passa a cuidar mais”, justifica.

Além de ensinar as crianças sobre os cuidados com objetos que possam servir de focos para criação de larvas, a Caravana orienta sobre a coleta seletiva e preservação do Meio ambiente. O teatro “Lixo no Lixo” é uma das formas de educação ambiental.

A promoção da amizade e companheirismo entre as crianças é divulgada com a “música da pipoca”. Idealizador do projeto, o biólogo e chefe de gabinete da SMMAS, José Luis de Carvalho Salles, explica que toda a programação é desenvolvida a partir de cinco temas: arborização urbana, respeito à natureza, respeito à água, queimada e reciclagem. “Além de discutir com as crianças os problemas ambientais, o objetivo também é fazer com que pensem em soluções”, diz Sales.

Nesta sexta-feira (12) será a vez da escola Professor Joaquim Fernandes, no bairro Jardim TV. As unidades interessadas em agendar podem entrar em contato no Zoológico pelo telefone (18) 3621-4488 ou na Secretaria de Meio Ambiente: (18) 3636-1281.

MEIO AMBIENTE TERÁ VIVEIRO DE PLANTAS NATIVAS



O Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS), irá construir três novas estruturas na área onde funcionou a sede administrativa da Fazenda do Estado. Os espaços formarão um complexo de cultivo de mudas de espécies nativas em várias fases de desenvolvimento, destinadas para suprir a necessidade dos plantios realizados pela Secretaria nas Áreas de Preservação Permanente (APP) e em áreas verdes da região urbana.

Serão investidos aproximadamente R$ 60 mil, sendo que R$ 50 mil são provenientes de emenda parlamentar do deputado estadual José Cândido, do PT, e R$ 10 mil de contrapartida da Prefeitura. A obra será fiscalizada pelo Instituto Florestal da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, parceiro da administração no projeto de revitalização ambiental da área da antiga Fazenda do Estado.

Secretario apresentando projeto


As três estruturas serão instaladas no espaço em frente ao prédio da antiga sede da Fazenda do Estado. A primeira será para o cultivo de mudas em saquinhos e terá um espaço de 324 metros quadrados; estas serão destinadas aos plantios em Áreas de Preservação Permanente (APP). A segunda é uma área de engorde de 442 metros quadrados, onde as mudas serão levadas para se desenvolverem; estas serão destinadas para plantios em áreas urbanas. A terceira estrutura será um espaço reservado para compostagem, onde o material orgânico recolhido na área da Fazenda do Estado, como folhas, por exemplo, será transformado em um material rico em húmus e nutrientes minerais por meio de técnicas de controle da decomposição, o que tornará o viveiro autosuficiente em adubo. Haverá também um estaleiro para mudas em tubetes, com quebra vento e fechado por cerca viva.

A obra também aproveitará parte de uma estrutura antiga, que abrigará a primeira câmara fria na região da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê destinada para sementes de plantas nativas. O local também receberá banheiros, além de ser adequado às normas de acessibilidade. O projeto está sob os cuidados da educadora ambiental Denise Cristina Bento Fernandes, diretora do Departamento de Licenciamento e Fiscalização da SMMAS.

FUTURA SEDE DA SECRETARIA

A área da antiga Fazenda do Estado terá sua estrutura revitalizada e sua área verde recuperada por meio da parceria entre a SMMAS e a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo. O espaço abrigará a futura sede da SMMAS, que desenvolverá muitos de seus projetos na área de 18 hectares, como o viveiro de mudas nativas, por exemplo. A intenção é que este local torne-se um espaço de conservação ambiental, assim como o Parque Ecológico Baguaçu, o PEBA, que possui sete hectares de área conservada. No local ainda existem prédios históricos que serão revitalizados, como um imóvel que abrigava um posto experimental de criação de bovinos e o antigo casarão, que será a sede da Secretaria.

Nas proximidades está a nascente do córrego Bela Vista, que está desprotegida, e muitos trechos foram desmatados. A parceria prevê a recuperação do espaço, com recomposição da vegetação com espécies típicas do cerrado, que é o bioma natural, e a proteção da nascente, além da revitalização dos prédios.

Para o secretário Jorge Hector Rozas, da SMMAS, a área é de extrema importância para a cidade. “Trata-se de um espaço único, com vegetação original que está precisando de cuidados e ainda abriga uma nascente. Toda a estrutura da futura sede da Secretaria será utilizada para educação ambiental”, diz Rozas.

GOVERNO INAUGURA ECOPONTO NO HILDA MANDARINO


Os PEV-Ecoponto (Ponto de Entrega Voluntária) estão sendo implantados em escolas para coleta de materiais recicláveis. Alunos e a comunidade podem contribuir

O Governo Municipal inaugurou dia 10 de novembro o terceiro Ponto de Entrega Voluntária, o PEV-Ecoponto, que funcionará na Escola Municipal Euza Neuza Marcondes Lários, no bairro Hilda Mandarino. O local é destinado para receber materiais recicláveis como metais, plástico, papel e embalagens tetra pak, que são trazidos de casa por alunos, além de servir como ferramenta pedagógica para professores em atividades de educação ambiental.


A ideia de desenvolver uma atividade permanente de coleta de recicláveis nas escolas municipais foi sugerida por alunos durante a 1ª Conferência Infantil pelo Meio Ambiente, realizada pela Secretaria Municipal de Educação (SME) em ação conjunta com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS). A parceria com o Supermercado Rondon e a Vega Engenharia Ambiental possibilitaram a instalação dos primeiros PEV-Ecoponto, que serão levado para todas as 62 unidades escolares do município. A Escola Municipal Henny Ferraz Homem, no bairro Jardim Ipanema, e a unidade do SESI no bairro Jardim Presidente também receberam PEV-Ecopontos.


De acordo com o secretário da SMMAS, Jorge Hector Rozas, a ideia é fazer com que a comunidade também utilize o PEV-Ecoponto. “Os alunos conscientizarão os pais para separarem os materiais em casa e as escolas trabalharão para envolver a comunidade do bairro. A intenção é coletar o máximo possível de recicláveis”, reforça o secretário. Os materiais depositados serão pesados e cada quilo será revertido em um Bônus Ambiental. Conforme os bônus vão acumulando, as escolas poderão trocá-los por produtos, materiais ou equipamentos para serem utilizados na unidade.


A instalação do PEV-Ecoponto é simples. Trata-se de uma “casinha” com duas janelas, por onde as crianças depositam o reciclável, com duas portas laterais para retirada do material acumulado. “Uma solução simples, barata e de rápido retorno, para a educação e para o planeta”, reforça Rozas.


Os PEV-Ecopontos são uma parceria entre as secretarias de Educação e Meio Ambiente e Sustentabilidade e contam com o apoio do Supermercado Rondon e da Vega Engenharia Ambiental, empresa responsável pela coleta de lixo em Araçatuba. Participaram da inauguração representantes das duas empresas, a diretora da escola Rosa Meire Sanches Gerrero, a chefe de gabinete da SME Patrícia Cardoso Soares, além do secretário da SMMAS Jorge Hector Rozas. A Escola Municipal Euza Neuza Marcondes Lários atende aproximadamente 800 alunos.

CONDEMA VISITA ÁREA DA FAZENDA DO ESTADO FUTURA SEDE DA SMMAS


Integrantes do Conselho Municipal de Meio Ambiente, o Comdema, visitaram nesta terça-feira (09) a APP (Área de Preservação Permanente) localizada entre os bairros Santa Luzia, Aviação e Santana. Trata-se de um es
paço de 18 hectares onde, no passado, funcionou a sede administrativa da Fazenda do Estado. A Prefeitura instalará no local a sede da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) e há projeto para que a área se torne um espaço de conservação ambiental. Atu
almente o município possui sete hectares de conservação permanente na área do Peba, o Parque Ecológico Baguaçu.




A visita dos membros do Conselho foi com o intuito de conhecer o espaço que abrigará a SMMAS. No local ainda existem prédios históricos que serão revitalizados, como um imóvel que abrigava um posto experimental de criação de bovinos e o antigo casarão, que será a sede da Secretaria. Há também um projeto para a construção de um viveiro de mudas nativas no local.

De acordo com o secretário Jorge Hector Rozas, que é presidente do Comdema, foi estabelecida uma parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo para um projeto de revitalização ambiental da área da antiga Fazenda do Estado. Nas proximidades está a nascente do córrego Bela Vista, que está desprotegida, e muitos trechos foram desmatados. O projeto prevê a recuperação do espaço, com recomposição da vegetação com espécies típicas do cerrado, que é o bioma natural, e a proteção da nascente, além da revitalização dos prédios.



O secretário diz que é importante a integração de todo o Conselho com as atividades da SMMAS. “Este espaço será o local onde muitas atividades acontecerão. Além disso, é uma área de extrema importância para a cidade e deve ser preservada e recuperada, por isso convidamos os conselheiros para visitarem e saberem de nossas intenções para este lugar, assim o trabalho em conjunto torna-se possível”, diz Rozas.

LIMPEZA PONTO DE ENTULHO NO CARAZZA

A Secretaria de Obras e Serviços Públicos (SMOSP) executou nesta terça-feira (9) limpeza em ponto de entulho no Jardim Carazza, benfeitoria que também foi realizada na segunda-feira (8) na Rua Clóvis Pestana, no Jardim Ipanema.

O setor responsável pela limpeza retirou o entulho e transportou para ponto autorizado nas Chácaras Arco Íris. O objetivo é manter a higienização do local, garantindo maior qualidade de vida aos moradores.

No Jardim Umuarama, as ruas Renato do Prado e Álvaro da Fonseca passaram por melhorias. A Rua Juscelino Kubitschek começou a ser nivelada nesta segunda-feira e continuará com as obras no decorrer da semana. A intenção é recuperar a via em todo o percurso, desde o Bairro Lago Azul até o Conjunto Habitacional Claudionor Cinti.

No Conjunto Habitacional Hilda Mandarino, as obras de implantação de três novas bocas de lobo continuam. A execução acontece desde sexta-feira (5) na Rua Massaharo Tanigushi nos cruzamentos com as ruas Joaquim Cândido, João Roberto Batagelo e Vitalino Machado.

------------------------------------------------------------------------
Secretaria de Comunicação Social – SMCS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA
(18) 3607-6611
www.aracatuba.sp.gov.br
------------------------------------------------------------------------


.

.

CARAVANA DO MEIO AMBIENTE DIVULGA AGENDA


A Caravana do Meio Ambiente, projeto desenvolvido por estudantes de biologia estagiários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) em parceria com as Secretarias de Educação e Saúde está com a agenda cheia para o final do mês de novembro.

Já foram mais de quinze escolas visitadas, levando teatro, danças e brincadeiras educativas para centenas de alunos do ensino infantil e fundamental. Para o secretário de Meio Ambiente Jorge Hector Rozas, o projeto vai além da diversão. É primordial desenvolver nas crianças o ‘espírito de pertencimento’. “A partir do momento em que entende que a natureza pertence a ela e lhe faz bem, passa a cuidar mais”, justifica.


Idealizador do projeto, o biólogo e chefe de gabinete da Secretaria de Meio Ambi
ente e Sustentabilidade, José Luis de Carvalho Salles, explica que “toda a programação é desenvolvida a partir de cinco temas: arborização urbana, respeito à natureza, respeito à água, queimada e reciclagem. Além de discutir com as crianças os problemas ambientais, o objetivo também é fazer com que pensem em soluções”, diz Sales.

O que poderia ser apenas um projeto de educação ambiental se tornou uma grande brincadeira e atração para a criançada que além de se divertirem, mostram que estão com os conceitos da sustentabilidade na ponta da língua. A aprovação dos professores e direção das escolas que já passaram também é total, resultando na divulgação de um trabalho que está dando certo.




Tanto sucesso resultou numa agenda cheia nos últimos dias. Para o final do mês de novembro, a Caravana vai visitar pelo menos cinco escolas. As unidades interessadas em agendar podem entrar em contato no Zoológico pelo telefone (18) 3621-4488 ou na Secretaria de Meio Ambiente: (18) 3636-1281.

As próximas visitas da Caravana serão nas seguintes datas:

11/11 - escola Professor Antônio Rodrigues Martins Neto – bairro Clóvis Picoloto
12/11 – escola Professor Joaquim Fernandes – bairro Jardim TV
16/11 – escola Lenísia de Castro – bairro Higienópolis
18/11 – escola Leão Nogueira Filha – bairro Jardim Iporã
25/11 – escola Professora Hélia Pinholi Mungo – bairro Morada dos Nobres

ECOPONTO É INAUGURADO NO SESI



Assim como aconteceu na Escola Municipal Henny Ferraz Homem, no bairro Jardim Ipanema, o SESI (Serviço Social da Indústria) inaugurou um PEV-Ecoponto (Ponto de Entrega Voluntária) em sua unidade situada no bairro Jardim Presidente. O local é destinado para receber materiais recicláveis como metais, plástico, papel e embalagens tetra pak, que são trazidos de casa por alunos, além de servir como ferramenta pedagógica para professores em atividades de educação ambiental.

Parceria entre o Supermercado Rondon e a Vega Engenharia Ambiental estão possibilitando a instalação dos PEV-Ecoponto. O prefeito Cido Sério, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade Jorge Rozas, a diretora do SESI Salete Surani Fracalossi Botichio, assim como representantes das duas empresas, participaram do evento.

De acordo com Rozas, a ideia é fazer com que a comunidade também utilize o PEV-Ecoponto. “Os alunos conscientizarão os pais para separarem os materiais em casa e as escolas trabalharão para envolver a comunidade do bairro. A intenção é coletar o máximo possível de recicláveis”, reforça o secretário. Os alunos da escola passaram a semana recolhendo materiais recicláveis pelo bairro. Rozas acrescentou que é preciso orientar as pessoas para as grandes mudanças de conduta que precisam ser tomadas, como nos hábitos diários. “Araçatuba é uma cidade que está formando sua primeira geração de cidadãos ambientalmente conscientes”, finalizou.



Os materiais depositados serão pesados e cada quilo será revertido em um Bônus Ambiental. Conforme os bônus vão acumulando, as escolas poderão trocá-los por produtos, materiais ou equipamentos para serem utilizados na unidade. A instalação do PEV-Ecoponto é simples. Trata-se de uma “casinha” com duas janelas, por onde as crianças depositam o reciclável, com duas portas laterais para retirada do material acumulado. De acordo com a diretora do SESI, o PEV-Ecoponto ficará virado para o lado e fora da escola. “Dessa forma estará disponível para toda a vizinhança”, disse.

O prefeito Cido Sério acompanhou os alunos que colocaram os primeiros materiais no PEV-Ecoponto. Ele conversou sobre as mudanças climáticas e preservação ambiental. “Vocês aprendem muitas coisas aqui na escola que nós não aprendemos quando éramos crianças, que os pais de vocês também não aprenderam. Essa questão do meio ambiente não era discutida no nosso tempo. O planeta depende de ações como esta, por isso é importante preservar e ensinar as pessoas a preservarem também”, disse o prefeito, que destacou também que medidas de preservação como esta são baratas e de rápido retorno, para o planeta e para a educação.





CRIANÇAS DISCUTEM MEIO AMBIENTE EM CONFERÊNCIA

O Governo de Araçatuba, através da Secretaria Municipal de Educação (SME) realizou dia 05 de novembro de 2010 a 1ª Conferência Infantil Pelo Meio Ambiente. O evento contou com a participação de alunos de várias escolas municipais com o objetivo de discutir propostas sustentáveis que possam melhorar as condições de vida em Araçatuba, contribuindo para conservação do planeta. A ação teve parceria da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS).




A secretária municipal de Educação Beatriz Soares Nogueira destacou que Araçatuba é a única cidade que realiza uma conferência onde as crianças têm o poder de elaborar propostas para uma vida melhor. “A ideia da conferência surgiu primeiramente de um sonho do prefeito Cido Sério, que sempre se preocupou muito com questões ambientais. "A partir daí eu, o Jorge (Héctor Rozas, secretári
o de Meio Ambiente) e o assessor Nilton César dos Santos abraçamos esse sonho, que se tornou realidade. Hoje, nossas crianças são as donas da palavra”, disse Beatriz na abertura.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade Jorge Rozas agradeceu o desempenho das escolas e a iniciativa do prefeito. “Nós, da Secretaria, estamos muito orgulhosos em ver o comprometimento de todos com esse projeto.

O prefeito Cido Sério ressaltou que “a conferência é uma experiência única e que as crianças da rede municipal são privilegiadas por participarem dela. Nosso objetivo é dar poder para essas crianças, pois elas são o futuro do nosso planeta, lembrando que o planeta começa na nossa casa e na nossa escola”.


O evento também ficou marcado pela escolha da bandeira que representará a Conferência Infantil Pelo Meio Ambiente, apresentada pela escola Professora Henny Ferraz Homem. Apresentações de dança, música e teatro lembraram temas importantes, como água, plantas, animais. Ao final, integrantes de cada eixo (“Os cuidados na nossa escola”, “Os cuidados no nosso bairro”, “Uma vida melhor para todos”) se reuniram para selecionar as melhores propostas. Elas farão parte de um documento que será entregue ao prefeito Cido Sério no dia 2 de dezembro, aniversário de Araçatuba.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010

CARAVANA VISITA CENTRO EDUCACIONAL SESI


Nesta quarta-feira(4/11/2010), a visita ocorreu no período da tarde para alunos do Ensino Fundamental. Reunidos em baixo de sombra de árvores, os estudantes conheceram equipe que integra a caravana e que é composta por estudantes de biologia e agentes do Núcleo de Educação e Saúde. Os personagens “Zé Limpinho” e o “Mosquito Aeds Aegypti” também marcaram presença para ilustrar a importância do combate ao transmissor da dengue.



MARGEM DO BAGUAÇU VAI RECEBER MAIS PLANTIO


A Área de Preservação Permanente (APP) nas proximidades do Córrego Baguaçu no bairro Nova Iorque começou a ser limpa nesta quinta-feira para continuação do reflorestamento que está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS) e a Polícia Militar.


A parceria surgiu em comemoração à inauguração do Comando de Policiamento do Interior 10 (CPI10), ocorrida este ano e nesta segunda etapa serão plantadas mais 600 mudas. Durante a Semana da Árvore, foram plantadas também 600 mudas no local.

A área que receberá as novas espécies está localizada entre as ruas Homero Giron e Joaquim Fernandes, no final do bairro Nova Iorque, zona Sul de Araçatuba. As mudas plantadas em setembro já estão se desenvolvendo e têm o acompanhamento da equipe da SMMAS.


Secretaria de Comunicação Social – SMCS
Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA