Pesquisar neste blog

Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

MEIO AMBIENTE TERÁ VIVEIRO DE PLANTAS NATIVAS



O Governo Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SMMAS), irá construir três novas estruturas na área onde funcionou a sede administrativa da Fazenda do Estado. Os espaços formarão um complexo de cultivo de mudas de espécies nativas em várias fases de desenvolvimento, destinadas para suprir a necessidade dos plantios realizados pela Secretaria nas Áreas de Preservação Permanente (APP) e em áreas verdes da região urbana.

Serão investidos aproximadamente R$ 60 mil, sendo que R$ 50 mil são provenientes de emenda parlamentar do deputado estadual José Cândido, do PT, e R$ 10 mil de contrapartida da Prefeitura. A obra será fiscalizada pelo Instituto Florestal da Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, parceiro da administração no projeto de revitalização ambiental da área da antiga Fazenda do Estado.

Secretario apresentando projeto


As três estruturas serão instaladas no espaço em frente ao prédio da antiga sede da Fazenda do Estado. A primeira será para o cultivo de mudas em saquinhos e terá um espaço de 324 metros quadrados; estas serão destinadas aos plantios em Áreas de Preservação Permanente (APP). A segunda é uma área de engorde de 442 metros quadrados, onde as mudas serão levadas para se desenvolverem; estas serão destinadas para plantios em áreas urbanas. A terceira estrutura será um espaço reservado para compostagem, onde o material orgânico recolhido na área da Fazenda do Estado, como folhas, por exemplo, será transformado em um material rico em húmus e nutrientes minerais por meio de técnicas de controle da decomposição, o que tornará o viveiro autosuficiente em adubo. Haverá também um estaleiro para mudas em tubetes, com quebra vento e fechado por cerca viva.

A obra também aproveitará parte de uma estrutura antiga, que abrigará a primeira câmara fria na região da Bacia Hidrográfica do Baixo Tietê destinada para sementes de plantas nativas. O local também receberá banheiros, além de ser adequado às normas de acessibilidade. O projeto está sob os cuidados da educadora ambiental Denise Cristina Bento Fernandes, diretora do Departamento de Licenciamento e Fiscalização da SMMAS.

FUTURA SEDE DA SECRETARIA

A área da antiga Fazenda do Estado terá sua estrutura revitalizada e sua área verde recuperada por meio da parceria entre a SMMAS e a Secretaria de Meio Ambiente do Estado de São Paulo. O espaço abrigará a futura sede da SMMAS, que desenvolverá muitos de seus projetos na área de 18 hectares, como o viveiro de mudas nativas, por exemplo. A intenção é que este local torne-se um espaço de conservação ambiental, assim como o Parque Ecológico Baguaçu, o PEBA, que possui sete hectares de área conservada. No local ainda existem prédios históricos que serão revitalizados, como um imóvel que abrigava um posto experimental de criação de bovinos e o antigo casarão, que será a sede da Secretaria.

Nas proximidades está a nascente do córrego Bela Vista, que está desprotegida, e muitos trechos foram desmatados. A parceria prevê a recuperação do espaço, com recomposição da vegetação com espécies típicas do cerrado, que é o bioma natural, e a proteção da nascente, além da revitalização dos prédios.

Para o secretário Jorge Hector Rozas, da SMMAS, a área é de extrema importância para a cidade. “Trata-se de um espaço único, com vegetação original que está precisando de cuidados e ainda abriga uma nascente. Toda a estrutura da futura sede da Secretaria será utilizada para educação ambiental”, diz Rozas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário